guia de comida popular do recife

Quem me conhece sabe que eu adoro um comidão. Chambaril, sarapatel, buchada é comigo mesmo. Inclusive, a primeira idéia do Temos Comida era exatamente ser um guia de botecos do Recife.

Recife já é o terceiro pólo gastronômico do Brasil (há, inclusive, quem defenda que já ultrapassou o Rio de Janeiro, mas eu não vou entrar nesse mérito). Turistas aportam aqui todos os dias atrás também de bons lugares pra comer e, de fato, existem muitos. Mas muita gente, assim como eu, também quer ir atrás da comida regional, típica dos locais onde visita, aquela que tem o saborzinho especial de comida feita em casa. O famoso comidão. E muitas vezes é difícil achar os lugares de excelência pra degustar essas iguarias típicas. Esse guia vem preencher essa lacuna em relação aos locais de Recife perfeitos pra degustar comida popular.

É separado em três categorias: delícias do mar, delícias de mercado e delícias de quintal. Contempla botecos já consagrados como o Bar do Cabo, no Pina, o Bar do Artur, no Mercado da Madalena e o Bragantino, no Mercado da Encruzilhada e outros não tão famosos, como a dobradinha do Guga Express, em Aldeia e o Brilhosinho, em Boa Viagem.

O guia foi fruto da pesquisa de Eliza Brito, ainda como estudante de jornalismo da Universidade Federal de Pernambuco e foi seu trabalho de conclusão de curso, em 2008. O belo projeto gráfico é do designer Philipe Camarão.

Anúncios