coxinha de batata sem farinha de trigo

Eu amo coxinha mas nunca tive coragem de fazer massa porque dá muito trabalho. Essa receita foi uma revolução na minha vida de tão fácil que é. Tudo que você vai precisar é de batata e farinha de mandioca. Parece impossível mas não é. E o melhor: quem tem doença celíaca ou alguma dieta restritiva de trigo pode voltar a comer coxinha \o/

2 xícaras e meia de batata cozida e espremida (em torno de 5 batatas médias)
1 xícara de farinha de mandioca (talvez precise mais um pouquinho)
sal a gosto

Essa é a base da massa. Você vai misturar o purê já frio com a farinha até formar uma massaroca. Talvez nem seja necessário, mas pra facilitar, você pode enrolá-la com plástico filme e colocar na geladeira por 30 minutos. Fica com uma consistência mais durinha pra trabalhar.

Enquanto a massa está na geladeira, coloque um peito de frango para cozinhar com uma cebola, um tomate e dois dentes de alho cortados grosseiramente. Aí vão os temperos que você quiser. Usei salsinha, cebolinha, noz moscada, pimenta do reino um pouco de páprica picante. Desfie o frango, coe o caldo e reserve.

Já no frango desfiado, adicione duas colheres de sopa de requeijão, uma colher de sobremesa de mostarda dijon e um pouco do caldo do frango e leve ao fogo pra incorporar tudo. Essa fase é opcional, se você quiser deixar o frango desfiado sequinho, não coloque nada.

Agora é hora de trabalhar a massa. Antes de começar a fazer suas coxinhas, eu sugiro que você pegue um pouco da massa e jogue em bastante óleo quente (o mesmo que você vai usar pra fritar suas coxinhas). Faça o teste do sabor da massa pois talvez ela precise de mais sal. Também cabe aqui adicionar o tempero de sua preferência, se quiser. Você pode também fazer uma mini coxinha pra testar o sabor da massa junto com o recheio. Tudo isso vai variar de gosto pra gosto. No meu caso, achei que a massa ficou sem graça pura, mas com o recheio ela se completa.

Para montar as coxinhas, faça bolinhas mais ou menos do tamanho que você quer que elas fiquem. Abra a massa na mão e faça uma espécie de copinho onde você vai colocar o recheio. Importante usar o recheio já frio, pois fica mais consistente e não tem a tendência de abrir a massa. Feche a tampa com mais massa e faça o rabinho da coxinha.

Para fritar, não é necessário empanar nem nada: jogue-as em bastante óleo bem quente e frite poucas de cada vez pra a temperatura do óleo não cair demais. Você vai ver como ela já sai sequinha da fritura pro papel e quase não absorve óleo.

mais burgers

Dessa vez, uma receita rapidinha de hambúrguer de carne e de batata.

No caso do hambúrguer de carne, resolvi picar a carne na faca, seguindo as dicas da mixirica. Descongelei um medalhão de filé, como só era pra mim foi mais do que o suficiente. O ideal aqui seria usar uma carne com gordura, mas quis testar com o filé.

1 medalhão alto de filé mignon (pode ser alcatra, fraldinha, a carne que você quiser)
uma colher de chá de manteiga
sal e pimenta do reino a gosto

Picar a carne com a faca: primeiro corte em tiras, depois em cubos e vá fazendo isso até ficar miudinho, mas não precisa fazer a carne desaparecer. depois tempere com sal, pimenta, faça a tradicional bolinha e achate com a mão. A dica da mixirica é fazer um buraco no meio do hambúrguer e colocar a manteiga. Depois cobrir o buraco com carne. o que a manteiga faz é evitar que hambúrguer fique estufado quando for assar. Ótima dica, além de mais suculento (no meu caso foi bom, pois usei filé sem nenhuma gordura), ele realmente não deformou.

Agora é só deixá-lo uns 20 minutos na geladeira pra ele ficar firmezinho.

Agora o hambúrguer de batata. Os mais puristas vão me odiar, mas é verdade: usei batata palha nessa receita. Não tinha batata aqui em casa e eu queria alguma coisa de batata pra acompanhar a carne. Mas não se acanhe, dá pra usar batata ralada no ralo grosso no lugar da palha, ok? Juro que é porque não tinha batata aqui em casa.

1 xícara de batata palha
um pouco de leite quente pra hidratar
parmesão ralado, um punhado
coentro e cebolinho picados

Hidrate a batata com o leite e deixe uns 10 minutinhos quietinha. Enquanto isso, vá picando o coentro, o cebolinho e ralando o queijo. Depois misture tudo e faça a mesma coisa do hambúrguer: bolinha, achate, ajeite direitinho e coloque na geladeira pra firmar.

Depois é só assar com umas gotinhas de azeite, uns minutinhos de cada lado, até dourar. E o hambúrguer vocês já sabem, né?

não liguem pra essa cor horrorosa de queimado, nada queimou, tava tudo lindo e doirado. a fotógrafa aqui é completamente amadora, câmera também e tinha pouca luz. dá nisso.